Amor Vampiresco


Doce veneno que corre de teus lábios;
Deixa me experimentá-lo, desejo o;
Sentir a doença febril, tomar meu corpo;
Quero morrer entre alucinações;
Quero igualar-me aos anjos caídos;
Tocar-te os lábios e faze-te gemer;
Não temos mais a decomposição de meu corpo;
Desejo teu prazer febril;
Desejo fazê-la fechar os olhos;
E verás minha morte, pois sabes o quão cruel é teu amor;
Torne-me teu escravo para tornar-se minha escrava;
Desejo meus lábios para que deseje os meus;
Sacrilégios, profanações em solo sagrado;
Dois cadáveres que apenas deitam pelo prazer;
De sentir a terra junto aos seus corpos;
Desejo percorrer teu corpo;
Torar teu prazer o meu;
Desejo a morte através de teus lábios...

2 comentários:

AnnaClaudia disse...

Amo sua negra sedução!!!
Tomo emprestada palavras de outro poeta para dizer que:

"Enche, pois, de palavras minha loucura
ou deixa-me viver em minha serena
noite da alma para sempre escura."
Garcia Lorca

Perfeito!!!!
BJs vermelhos e quentes!!!

Jardin Secret. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.