Promessa



Cante mais uma vez comigo;
Prometa-me mais uma vez teu sorriso;
Prometa-me que continuará a me amar;
Apesar de ser este monstro;
Apesar de ser puro ódio e destruição;
Prometa-me teu corpo e tua alma;
Não tema olhar dentro de meus olhos;
Pois a ti eles não queimarão com ódio;
Toca meu lábios ,com eles não irei te morder;
Cante mais uma vez comigo esta canção;
De sangue e alma;
Pois todas a palavras doces,toda as cartas e todos os versos são para ti!
Criatura de olhos verdes e cabelo em chamas!

4 comentários:

João M. disse...

Curti, Muito mesmo!

... disse...

Hora doces, hora docemente melancólicos seus poemas...

João disse...

Este pertence ao meu primo!

... disse...

Não deixa de ser...